Voluntariado Empresarial, e o impacto nas comunidades

Voluntariado Empresarial, e o impacto nas comunidades

Você já deve ter ouvido falar sobre a agenda 2030, ela nada mais é do que um conjunto de metas definidas pela ONU para atingirmos a dignidade e a qualidade de vida para todos sem comprometer o meio ambiente e as próximas gerações. 

Esse objetivo propõe erradicar a fome e a pobreza entre outras questões sociais, mas sabemos que nos últimos 2 anos tivemos outros desafios que fizeram essa luta ficar ainda mais difícil. 

Segundo matéria no portal da Unicef, embora o impacto da pandemia ainda não tenha sido totalmente mapeado, um relatório de várias agências estima que cerca de um décimo da população global – até 811 milhões de pessoas – enfrentaram a fome em 2020. O número sugere que será necessário um tremendo esforço para o mundo honrar sua promessa de acabar com a fome até 2030”.

Para conseguirmos reverter ao menos em parte essa realidade, o voluntariado é uma das principais soluções. Apenas 4,3% da população brasileira realiza algum tipo de trabalho voluntário. 

Mas com o voluntariado empresarial esse número pode se tornar muito maior. Realizar esse tipo de ação é bom para a comunidade, para a empresa e para os colaboradores, mas para isso acontecer ele precisa ser um programa bem estruturado e estar de acordo com os propósitos e valores da empresa, caso contrário ele acabará se tornando algo com pouca relevância e não será prioridade. 

Empresas que já realizaram ou realizam esse tipo de ação perceberam grandes impactos nas equipes que participaram do projeto. Melhorias socioambientais nas comunidades atendidas, engajamento entre os funcionários, mais disposição e organização, foram os pontos principais. 

Além disso, realizar trabalhos voluntários fortalece a imagem institucional da empresa, aumenta a identificação e pertencimento à instituição e fortalece as conexões entre os colaboradores.

Uma pesquisa realizada pela IAVE (International Association for Volunteer Effort) e a Fundação Telefônica, divulgada em agosto de 2019, mostra alguns resultados sobre o voluntariado corporativo:

85% dos colaboradores que participam do programa de voluntariado da empresa têm uma boa percepção sobre a empresa;

60% dos colaboradores que atuam em um programa de voluntariado empresarial sentem que colocam seus conhecimentos profissionais em prática ao exercerem as atividades;

97% afirmam melhorarem sua flexibilidade mental, tornando-se mais abertos a inovações;

64% acredita que participar de ações voluntárias fortalece suas relações no dia a dia de trabalho.

Existem diversas maneiras de implementar projetos sociais em seu negócio, ajudar a comunidade local com eventos beneficentes e culturais, prestar serviços online, prestar consultoria ou mentoria sobre o seu segmento, realizar palestras e workshop com temas relevantes à sociedade, ou até mesmo levar a equipe para prestar serviços sociais.  

No dia 05 de dezembro é celebrado o Dia do Trabalho Voluntário e muitas corporações levam os colaboradores para realizar ou participar de um evento de impacto social. 

Atualmente existem 18,915 milhões de empresas ativas no Brasil segundo o Mapa de Empresas se ao menos 1% realizar algum tipo de projeto social o impacto na sociedade seria transformador, mas nós não podemos esperar que o outro faça, mas sim temos que ter iniciativa e nos unirmos para conseguirmos lutar por uma comunidade melhor e por dignidade e a qualidade de vida de todos. 

Nós temos alguns programas que podem incentivar você a entrar para o voluntariado empresarial como o projeto Cooperação na Ponta do Lápis, A União Faz a Vida, Eu Coopero com a Inclusão, entre outros.

Juntos nós fazemos a diferença!

Compartilhar esse post: