Sicredi União PR/SP realiza AGO e distribui R$ 21,6 mi a associados

Sicredi União PR/SP realiza AGO e distribui R$ 21,6 mi a associados

O processo de prestação de contas, referentes a 2021, da Sicredi União PR/SP será encerrado nesta quinta-feira (dia 10) com a Assembleia Geral Ordinária (AGO), às 10 horas, no Lebloc Centro de Eventos, em Maringá/PR. Para isso, estão convidados os 161 coordenadores de núcleo, que são os representantes dos associados das 111 agências.

Antes, em fevereiro e voltadas para todos os associados, foram realizadas 15 reuniões de prestação de contas em formato semipresencial, e outras quatro assembleias presenciais para eleição de coordenadores de núcleo. Em todos os encontros foram apresentados os indicadores e assuntos como destinação do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates), ratificação de bens e imóveis não circulantes.

Com gestão participativa e transparente, a cooperativa incentiva os associados a participarem das decisões por meio da formação de núcleos, que contam com um coordenador e dois suplentes. Dependendo do número de associados, há agências com até quatro núcleos.

Os resultados de 2021 foram positivos, já que a Sicredi União PR/SP atingiu marcas importantes ao superar R$ 100 milhões de resultado, R$ 1 bilhão na carteira de consórcio e R$ 4,4 bilhões em operações de crédito, alta de 41% em relação ao ano anterior.

Com agências no norte e noroeste do Paraná, centro e centro leste paulista, a cooperativa distribuirá mais de R$ 21,6 milhões aos associados. O valor é referente ao pagamento de juros ao capital social, que todos têm direito e foi creditado no final do ano passado (R$ 11,8 milhões), e à participação na movimentação financeira (aplicações, depósitos à vista e operações de crédito, totalizando R$ 9,8 milhões).

“Para a cooperativa, olhando os negócios, foi um ano muito bom tanto por termos alcançado nossos objetivos em relação à captação, concessão de crédito e resultado, quanto por estarmos ao lado dos associados. Ajudamos produtores que tiveram prejuízos em suas colheitas, concedemos crédito para a continuidade dos negócios e contribuímos para a realização de sonhos. Mas também levamos comida e mantimentos às casas das pessoas por meio dos nossos programas sociais. Isso porque além dos associados estarem no centro do negócio, temos forte compromisso com a comunidade local e suas demandas”, diz o presidente, Wellington Ferreira.

Compartilhar esse post:
[instagram-feed feed=1]