Por que consumir alimentos da safra?

Por que consumir alimentos da safra?

A diversidade geográfica  que temos no Brasil possibilita que tenhamos mesa farta, com variedade de verduras, frutas e legumes o ano inteiro. 

Entretanto, consumir de acordo com a estação e por consequência, com a safra, significa optar por alimentos mais saudáveis e que contribuem para o desenvolvimento da agricultura e comércios locais. 

Quando consumimos frutas, verduras e legumes da safra, estamos ingerindo alimentos com alto poder nutricional já que foram desenvolvidos em sua melhor época. 

Isso ocorre porque mesmo que o solo e clima sejam favoráveis para que colheitas se mantenham fora da sua época, para que essa produção chegue até o consumidor, os investimentos em agrotóxicos e pesticidas é muito maior. 

Além disso, para garantir esse cultivo, a colheita é feita geralmente com o auxílio de estufas que simulam o clima natural de cada espécie, o que impacta no sabor e no valor nutricional desses alimentos. 

Outro fator que deve ser levado em consideração é o preço com que os alimentos da safra são vendidos. 

Pelas facilidades do cultivo, uma vez que exigem menos tecnologias agrícolas e agrotóxicos, a colheita da estação é saudável para o nosso organismo e também para o nosso bolso.  

O consumo de produtos da estação também tem grande impacto nas cadeias produtivas locais que envolvem agricultores com menos recursos ou que praticam práticas de agricultura sustentável. 

De modo que optar pelo consumo de alimentos locais é também apoiar o crescimento da sua comunidade, pois esse consumo favorece a criação de empregos e geração de renda. 

Ou seja, o dinheiro que você gasta comprando produtos da estação de produtores locais, volta diretamente para a economia local, seja no campo com o cultivo ou na cidade, em feiras, supermercados, armazéns, entre outros. 

Se as razões citadas até agora ainda não foram suficientes para que você passe a consumir mais alimentos da safra, talvez pensar no futuro ajude. 

Quando você opta por esse consumo, o impacto é sentido na sua comunidade no mesmo instante e também no futuro.

Isso é possível porque o estímulo desse consumo contribui para a diminuição das taxas de poluentes atmosféricos uma vez que menos transporte, com queima de combustível fóssil, é necessário à medida em que também cai o uso de agrotóxicos, responsáveis pela contaminação de reservatórios de água, rios, solos e matas. 

Em outras palavras, optar pelo consumo de alimentos da safra, é bom para a sua saúde, paladar, bolso, bom para o produtor rural, para o comércio local e para as futuras gerações! 

Sim, uma atitude simples é capaz de gerar uma cadeia de eventos positivos. Para que não reste dúvidas, confira abaixo os alimentos de cada estação: 

Primavera: 

Abóbora, abobrinha, alcachofra, berinjela, beterraba, cenoura, chuchu, couve-flor, ervilha, mandioquinha, nabo, vagem, alface, almeirão, catalonha, chicória (escarola), repolho, banana, caju, laranja, melão, morango e pêssego 

Verão: 

Abóbora, abobrinha, agrião, alcachofra, alho, batata-doce, berinjela, cenoura, chicória (escarola), chuchu, jiló, mandioca, milho verde, moyashi (broto de feijão), nabo, pimentão, quiabo, rabanete, repolho, abacaxi, abacate, ameixa, banana, caju, coco, figo, goiaba, jaca, laranja, limão, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, pêra e uva

Outono:

Abóbora, abobrinha, acelga, alface, batata-doce, berinjela, brócolis, chuchu, mandioca, nabo, pimentão, quiabo, rabanete, tomate, vagem, repolho, abacate, banana, caqui, coco, goiaba, jaca, laranja, limão, linhaça, maçã, maracujá, melancia, pêra e tangerina 

Inverno: 

Abóbora, abobrinha, batata doce, berinjela, brócolis, cará, cenoura, couve-flor, ervilha, inhame, mandioca, mandioquinha, nabo, acelga, alface, chicória (escarola), couve, espinafre, mostarda, repolho, banana, laranja, limão, mamão, melão, morango, pêra, pinhão e tangerina. 

Como você pode notar, com tanta variedade, optar pelo consumo de acordo com a estação não pode ser outra coisa senão saudável,acessível e claro, muito saboroso. Salve este artigo no seu navegador e consulte sempre que for às compras!

Compartilhar esse post:
[instagram-feed feed=1]