empreendedorismo sustentável

Durante a última década, foi possível observar o crescimento dos debates sobre sustentabilidade em diferentes partes da sociedade. Na esfera privada, por exemplo, muito se fala sobre empreendedorismo sustentável como forma de alinhar a gestão a essas pautas.

Mas o que é empreendedorismo sustentável? Trata-se de uma forma de gerir e atuar nas empresas levando em conta questões sociais e ambientais. A prática é apontada com uma tendência para os próximos anos, e por isso, é imprescindível implementá-la no seu negócio.

Para saber mais a fundo do que se trata o empreendedorismo sustentável e como é possível aplicar esse tipo de solução no seu negócio, continue a leitura!

Afinal, o que é empreendedorismo sustentável?

Uma das definições de sustentabilidade mais utilizadas, conforme proposto pelo  Relatório de Brundtland em 1987, é “suprir as necessidades do presente sem afetar a possibilidade das gerações futuras de suprir as suas”.

Dito isso, o empreendedorismo sustentável busca unir a ideia de sustentabilidade às práticas dentro das empresas. Dessa forma, o crescimento econômico deve ser pensado de forma responsável e caminhar junto com pilares sociais e ambientais.

mulher trabalhando no computador em sala com diversas plantas
Por meio do empreendedorismo sustentável, é possível alinhar crescimento econômico a pautas sociais e ecológicas.

Esse conceito deve estar no centro do planejamento estratégico, e pode ser determinante na tomada de decisões diárias, tanto por parte dos gestores quanto dos colaboradores. Como contrapartida, ele pode trazer uma série de benefícios para a empresa.

Empreendedorismo sustentável e ESG

Um dos grandes pilares do empreendedorismo sustentável é o ESG. O termo é uma abreviação de environmental, social and corporate governance, ou meio ambiente, sociedade e governança, em tradução literal, e trata-se de um modelo de gestão baseado nesses três pilares.

Abaixo, vamos explicar cada um desses pontos:

  • Meio ambiente: quais são os impactos ao meio ambiente causados pela sua empresa? Nesse tópico, é possível incluir como o seu negócio lida com o lixo, reciclagem e emissões de carbono, ou como faz uso de recursos como eletricidade e água.
  • Sociedade: trata da relação entre a empresa e as pessoas, sejam elas parte da equipe ou do público. Um exemplo são as políticas da empresa com relação a diferentes etnias e classes sociais, LGBTQIA+ e pessoas com deficiência, ou até a forma como a empresa se insere no ecossistema em que está inserida (bairro, cidade, estado e país).
  • Governança: as questões de governança se referem diretamente à gestão de uma empresa: Como funcionam a remuneração, as bonificações e os benefícios? Como é a relação com os fornecedores e acionistas? Quais as formas de evitar a má gestão de dinheiro e práticas corruptas?

Embora às vezes os termos “empreendedorismo sustentável” e “ESG” sejam utilizados como sinônimos, há algumas diferenças entre ambos. O primeiro tem relação com a estrutura do negócio; já o segundo funciona como uma estratégia de gestão. Na prática, entretanto, os dois devem ser complementares.

Benefícios do empreendedorismo sustentável

Como mencionamos, uma empresa pode se beneficiar ao implantar medidas sustentáveis em sua gestão. O primeiro deles é justamente criar um ambiente mais proveitoso para as gerações futuras ao diminuir o uso desenfreado de recursos. 

Além disso, o clima organizacional também pode ter inúmeras vantagens. Como esse tipo de empreendedorismo busca criar um ecossistema mais justo e confortável para todos, os membros da sua equipe podem se sentir mais compreendidos e motivados, diminuindo as chances de problemas internos e elevando a companhia como um bom lugar para se trabalhar.

O empreendedorismo sustentável e os novos consumidores

Um dos maiores benefícios gerados por esse modelo de empreendedorismo é a imagem da sua empresa com relação ao público. Isso porque empresas que adotam medidas sustentáveis tendem a ser preferidas por consumidores.

Como nos revela uma pesquisa publicada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em 2020, cerca de 62% dos consumidores brasileiros já boicotaram alguma marca por violação a direitos trabalhistas, maus tratos a animais, crimes ambientais, discriminação ou posicionamento político.

mulher consumidora fazendo compra online com cartão de crédito
Os novos consumidores estão mais exigentes quanto a questões relacionadas a sustentabilidade.

Vale ressaltar que o público tem um papel ativo nessa relação, especialmente em averiguar se medidas sustentáveis estão realmente sendo feitas, ou se isso é apenas algo usado como marketing, de maneira falsa. Portanto, tome muito cuidado para não tornar público algo que não condiz com a realidade.

Como implementar medidas de empreendedorismo sustentável 

Agora que você já sabe o que é empreendedorismo sustentável e quais seus principais desdobramentos, chegou a hora de incluí-lo no planejamento estratégico do seu negócio.

Caso sua empresa tenha sido aberta recentemente, você pode optar por medidas sustentáveis desde o início da operação. Caso contrário, faça um diagnóstico sobre as ações praticadas pela empresa, e quais podem ser melhoradas nesse sentido. 

Além disso, converse com a equipe (colaboradores, sócios e coordenadores) e peça opiniões sobre melhorias que podem ser implementadas. Isso pode ser feito por meio de entrevistas ou enviando formulários por e-mail.

Lembra-se do significado de ESG? Faça um documento dividindo seu negócio entre meio ambiente, sociedade e governança e avalie as práticas realizadas.

Como estão sendo utilizadas água e energia, e como sua empresa pode economizá-las? Faça um mapeamento do uso desses recursos, reforce a importância da economia para o time, verifique se é possível reutilizar água da chuva ou dos ares-condicionados, desligue os dispositivos e tomadas depois do expediente, entre outras medidas.

torneira pingando
A economia de recursos é uma forma de trazer a sustentabilidade para a sua empresa.

Quanto às questões sociais, estude formas de ouvir mais o time, pedindo a participação na decisão de questões importantes. Além disso, valorize a diversidade, oferecendo oportunidades para minorias dentro da empresa.

Por fim, avalie as questões relacionadas à gestão: como os líderes estão gerindo seus departamentos? Como funciona a remuneração dos colaboradores, as bonificações e os benefícios? Como está a relação com os fornecedores e acionistas?

Feito esse diagnóstico, estabeleça metas para a empresa relacionadas a cada um dos pontos e crie um plano de ação com os próximos passos. Por exemplo: se um dos objetivos é diminuir 10% da conta de luz em até seis meses, marque a data em que você começará a implementar ações, e mês a mês, acompanhe as melhorias.

Mais importante que simplesmente saber o que é empreendedorismo sustentável é poder aplicar essa filosofia à sua empresa. Você poderá aproveitar muitos benefícios a curto, médio e longo prazo, e além disso, terá nas mãos um negócio mais responsável e alinhado às tendências para os próximos anos.

Quer receber mais dicas sobre empreendedorismo e sustentabilidade? Preencha o formulário abaixo, assine nossa newsletter e receba conteúdos novos todos os meses!

Avaliar:

(0)