Imposto para pessoa física: obrigações fiscais para 2022

Imposto para pessoa física: obrigações fiscais para 2022

Sempre que um novo ano se inicia, surgem com ele também as obrigações tributárias do período vigente. Muitas vezes, elas acabam sendo motivo de confusão com relação aos cálculos, valores, alíquotas e datas.

Pensando nisso, elaboramos uma lista elencando os principais impostos para pessoa física para o ano de 2022, bem como as principais informações que você precisa saber para realizar o pagamento. Continue a leitura e confira!

IPVA 2022

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores já é um antigo conhecido de todos os pilotos e motoristas, e sua renda é dividida entre o orçamento do estado e do município. Geralmente, ele representa cerca de 3% do valor desse bem, seguindo os padrões da tabela Fipe. 

As datas de pagamento do IPVA são definidas por cada um dos estados responsáveis, e podem depender do final da placa do veículo. Além disso, em alguns casos, é possível optar por parcelar o valor ou pagar à vista com desconto, de acordo com o seu planejamento financeiro.

impostos pessoa física ipva 2022, imposto sobre propriedade de veículos automotores
O parcelamento do IPVA varia de acordo com o estado.

Tanto no estado de São Paulo quanto do Paraná, o pagamento poderá ser dividido em até cinco parcelas, e a primeira delas deve ser paga já no mês de janeiro. O prazo da da parcela final, entretanto, é diferente entre os estados.

As guias podem ser emitidas online, basta acessar o site do governo do seu estado. 

IPTU 2022

O IPTU (ou Imposto Predial e Territorial Urbano) é um imposto obrigatório para proprietários e inquilinos de construções como casas, prédios ou estabelecimentos comerciais. Ele é calculado por meio da seguinte equação:

IPTU = (m² de área efetivamente construída X valor do m² da região) X alíquota do imóvel.

Assim como o IPVA, ele pode ser pago à vista logo no início do ano ou parcelado em mais vezes. Nesse último caso, os prazos podem variar de acordo com o estado em que a propriedade fica localizada.

Para consultar os valores e gerar as guias de pagamento, acesse o site da Prefeitura da sua cidade.

Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF)

Esse é, provavelmente, o imposto para pessoa física mais famoso, e também o que causa mais confusões, já que é necessário calculá-lo e as alíquotas são variáveis de acordo com os rendimentos. 

Com o nome sugere, esse tributo diz respeito ao seu patrimônio e à renda que você faturou durante o ano anterior. O capital é destinado a fazer melhorias, sejam elas municipais, estaduais ou federais. Dependendo do que foi declarado, você também pode ter a restituição de uma parte desse valor.

impostos pessoa física iprf
Calcular o imposto de renda costuma gerar confusão entre os contribuintes.

Para o Imposto de Renda 2022, há discussões para que as taxas sejam modificadas, mesmo que, por enquanto, ainda não haja novidades nesse sentido. Atualmente, a tabela de alíquotas segue da seguinte forma:

  • Até R$ 1.903,98: alíquota de 0% (isento)
  • Entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%
  • Entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05: alíquota de 15%
  • Entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68: alíquota de 22,5%
  • Acima de R$ 4.664,68: alíquota de 27,5%

Além disso, para fazer os cálculos, também serão necessárias informações como patrimônios (veículos, imóveis, empresas), quantidade de dependentes e fontes pagadoras. Caso tenha dúvidas, é recomendável contar com a ajuda de um profissional de contabilidade.

Outros impostos para pessoa física

Os impostos citados acima são as principais obrigações de uma pessoa física. Outros tributos também são pagos, mas geralmente são deduzidos diretamente do valor de mercadorias ou serviços.

Alguns exemplos são o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto Sobre Serviços (ISS). Nenhum deles precisa ser calculado à parte, já que eles já estão inclusos nas suas transações financeiras diárias e direcionados à manutenção do município, do estado ou da federação.

Agora que você já sabe os principais impostos para pessoa física de 2022, programe-se para realizar os pagamentos! Como mencionamos, alguns deles apresentam opções de parcelamento, porém a primeira parcela deve ser quitada já em janeiro.

Além disso, os valores podem variar de acordo com a sua localização, e no caso do IPVA, com a sua placa. Esteja atento a tudo isso e evite ter que arcar com as multas em caso de inadimplência.

Se você tem interesse em dicas sobre finanças e investimentos, preencha o formulário abaixo e assine nossa newsletter! Sempre que tivermos novos conteúdos, enviaremos diretamente no seu e-mail!

Compartilhar esse post:
[instagram-feed feed=1]