O consórcio de máquinas agrícolas é a modalidade indicada para o produtor que quer mais tecnologia embarcada e aumentar a lucratividade, mas sem causar um grande impacto no orçamento.

Ele vem se tornando um sistema de investimento popular no campo, e viu crescer 67% o número de participantes nos últimos quatro anos. Com uma carta de crédito média de R$ 184,3 mil, quatro em cada dez contemplados compraram tratores de rodas e esteira, seguidos dos implementos agrícolas/rodoviários (30%), colheitadeiras (19%) e cultivadores motorizados (11%). 

Está interessado em renovar a frota a partir de um investimento de médio e longo prazo para não comprometer os recursos? O sistema de consórcios é o ideal para você! Leia mais sobre como funciona a modalidade.

Como funciona

O consórcio de tratores, máquinas agrícolas e veículos pesados é uma modalidade de compra cooperativada. Os participantes contribuem mensalmente para formar uma espécie de poupança para a aquisição do maquinário no futuro. 

É diferente de um financiamento, pois o produtor paga parcelas mensais, sem incidência de juros, e adquire o bem a partir da contemplação por lance ou sorteio. 

consorcio-de-maquinas-agricolas
É possível comprar equipamentos novos e seminovos na modalidade de consórcio.

O produtor rural pode optar por comprar maquinários novos ou seminovos, com até 10 anos de fabricação. 

Lances e sorteios

O sistema de sorteios e lances é o mesmo de um consórcio de imóveis ou de veículos leves. Todo mês, um ou mais participantes do grupo são contemplados e têm a liberdade para escolher marca, modelo e o fornecedor do bem. 

Para os lances, os participantes fazem ofertas, e vencem os maiores porcentuais ofertados. Depois, a quantia é abatida do saldo devedor. Você pode escolher entre reduzir o valor das parcelas mensais, mantendo o prazo, ou diminuir o número de prestações e quitar antes. 

Com a carta de crédito em mãos, o produtor ainda tem a chance de negociar descontos com o vendedor, pois, apesar de o pagamento do consórcio ser parcelado, a compra do bem será à vista. 

Prestações mensais

As parcelas levam em consideração o valor do bem, a duração do consórcio, a taxa de administração e o fundo de reserva. Algumas administradoras ainda incluem um seguro para casos de inadimplência, desemprego ou falecimento do participante. 

Educadores financeiros recomendam que as parcelas não comprometam mais do que 30% da renda mensal, uma vez que se trata de um investimento de longo prazo – 114 meses, em média. 

consorcio-de-maquinas-agricolas
Parcelas do consórcio são calculadas por valor do bem, duração, taxas e fundo de reserva.

São duas as formas de pagamento das prestações no consórcio de máquinas e equipamentos agrícolas:

  1. Pagamentos normais: mensais
  2. Meia parcela: reforço trimestral ou semestral

Por que renovar a frota da propriedade rural?

O investimento em novos maquinários aumenta a eficiência das atividades agrícolas, fazendo mais e melhor em menos tempo, aumentando a lucratividade. 

O problema é que nem sempre o agricultor faz uma reserva de capital para renovar o parque de máquinas. E é justamente aí que entra em ação a modalidade do consórcio, que funciona com parcelas mensais. 

Modernizar a propriedade é um ciclo que deveria acontecer a cada 10 anos, pois esse costuma ser o tempo de vida útil dos maquinários. 

Está na hora de renovar o seu parque de máquinas? A Sicredi União PR/SP é uma cooperativa de crédito alinhada às necessidades do produtor rural, que oferece soluções para o agronegócio ser ainda mais forte. 
O produtor conta com consórcios de caminhão, utilitário e trator, com prazo de pagamento de 100 e 120 meses. Veja algumas simulações:

consorcio-de-maquinas-agricolas

Vá até a agência Sicredi União PR/SP mais próxima ou informe-se nos canais digitais da cooperativa. Não perca a oportunidade de modernizar a sua produção; clique no banner para saber mais!

consorcio-de-maquinas-agricolas

Avaliar:

(0)