No empreendedorismo, todo retorno pressupõe um investimento. Isso significa que, de acordo com cada fase do seu negócio, será necessário prestar atenção constante às questões financeiras e aplicar valores para colher bons frutos, seja para dar início, para mantê-lo funcionando ou para multiplicar o patrimônio a longo prazo.

Diante desse panorama, a dúvida que surge é: como calcular o investimento inicial de uma empresa? Existem diferentes tipos de capital que devem ser aplicados, e é necessário fazer o orçamento de acordo com a sua realidade e suas expectativas.

Uma boa notícia é que também há formas de captar esses recursos, e desde que você entenda como aplicá-los e conheça bem suas finanças, poderá fazer seu negócio deslanchar e ter uma ótima rentabilidade a partir disso.

Nos capítulos a seguir, você entenderá mais sobre como investir em sua empresa e as melhores formas de conseguir esse dinheiro. Boa leitura!

Quais os investimentos que uma empresa precisa?

Você sabe quais os principais tipos de investimentos que uma empresa pode precisar? A seguir, elencamos alguns deles, explicando sobre sua importância e como calculá-los para o seu negócio.

Capital social

Está entre os principais investimentos para quem quer abrir uma empresa. Mas afinal, o que é capital social? Também chamado de capital inicial, trata-se de um valor estabelecido previamente pelos sócios e/ou acionistas para que o negócio saia do papel e funcione até que ela possa, enfim, se sustentar sozinha.

Conforme dados do IBGE, 21% das empresas abertas no Brasil fecham após o primeiro ano de atividades, e 60% até o quinto ano. Muito disso se deve justamente à falta de planejamento para esse período inicial.

como calcular o investimento inicial de uma empresa capital social
Ao calcular o capital social com cautela, você evita problemas financeiros durante o início da sua empresa.

Estão inclusos no capital social: obrigações legais, compra de equipamentos, despesas fixas, planejamento de ações futuras, dívidas, entre outros fatores. Faça também um plano de negócios que indique o ponto de virada entre gastos e ganhos para definir o tempo pelo qual a empresa precisará desse investimento.

Outro ponto importante é que esse valor varia de acordo com o tipo de empresa. Os negócios do tipo Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ou Eireli, precisam obrigatoriamente de 100 salários mínimos como capital social, o que serve como garantia de que a empresa conseguirá se manter.

Já outros modelos de negócio não possuem obrigatoriedade de um valor específico, e isso dependerá do plano de negócios.

Capital de giro

Outro tipo de investimento necessário é o capital de giro para a empresa. Ele se refere ao valor que seu negócio precisa para funcionar enquanto ele ainda não obteve os recebimentos – ou seja, esse dinheiro deve ser o suficiente para pagar todas as contas sem afetar o caixa.

Evidentemente, o valor do capital de giro varia de acordo com a empresa, e também de acordo com o quanto os sócios estão dispostos a investir. Entretanto, há uma equação simples para calculá-lo:

capital de giro = ativo circulante – passivo circulante

Nessa conta, o ativo circulante diz respeito a todos os bens e direitos que podem ser convertidos em dinheiro em curto prazo. Estão inclusos nessa categoria contas a receber, aplicações financeiras, contas bancárias, entre outros.

Já o passivo circulante diz respeito a valores fixos a serem pagos: contas, salários, compras, fornecedores, entre outros.

Investimentos a longo prazo

Além de saber como calcular o investimento inicial de uma empresa, é importante que você separe uma parte do seu caixa e faça aportes a longo prazo. Dessa forma, quando seu negócio começar a operar, ele pode multiplicar os rendimentos.

como calcular o investimento inicial de uma empresa investimentos a longo prazo
Além de investir para que sua empresa inicie as atividades, é importante ter em mente alguns tipos de investimentos a longo prazo para multiplicar seu patrimônio.

Atualmente, há uma infinidade de tipos de aplicações baseadas em fundos de investimento, títulos públicos e privados, certificados de depósito, tesouro nacional e bolsa de valores. Pensando nisso, é importante avaliar qual mais se encaixa à realidade da sua empresa, se possível, com a opinião de especialistas.

Como financiar os investimentos na empresa

Agora que você já conhece alguns dos principais tipos de investimentos para a sua empresa, chegou a hora de conhecer as melhores soluções para captar o dinheiro necessário e aplicá-lo.

Para isso, você pode contar com a Sicredi União PR/SP, uma cooperativa que oferece aos seus associados dezenas de opções personalizadas. Você poderá ter a ajuda de um time de especialistas para te ajudar a escolher a melhor solução para o seu negócio.

Confira abaixo algumas das soluções da Sicredi para empresas!

Crédito para financiamentos

Para financiar automóveis, equipamentos e até imóveis e reformas, a primeira solução é contar com as linhas de crédito da Sicredi. A cooperativa disponibiliza um limite de acordo com o seu perfil para que você tenha dinheiro à mão quando necessário para manter a operação a todo vapor.

Assim como os valores disponíveis, as datas de pagamento podem variar e serão definidas após sua análise de crédito.

Crédito para capital de giro

Trata-se de outra linha de crédito destinada ao pagamento de despesas mensais e do ciclo operacional da empresa. Nessa modalidade, você pode escolher o dia mais adequado para que os encargos sejam debitados em sua conta, e o pagamento pode ser feito dentro de meses, de acordo com a necessidade do negócio.

Crédito com Garantia de Aplicação Financeira

Você se lembra de que falamos sobre os investimentos a longo prazo? Essa linha de crédito da Sicredi evita que você tenha que sacar seu dinheiro aplicado e assim, perca a rentabilidade que já conseguiu.

como calcular o investimento inicial de uma empresa crédito com garantia de aplicação financeira
Ideal para investidores, o Crédito com Garantia de Aplicação Financeira evita a perda de juros acumulados.

Dessa forma, quando aparecerem necessidades pontuais da empresa, você consegue manter os investimentos rendendo e utiliza o crédito aprovado para quitar esses pagamentos.

Desconto de Recebíveis

Nesta linha, o beneficiário pode antecipar o recebimento de vendas feitas a prazo com cheques pré-datados e duplicatas, aumentando o capital de giro e garantindo liquidez para a quitação de obrigações. Os valores disponíveis e o prazo de pagamento variam de acordo com a situação do negócio.

Se você utilizar nossas dicas de como calcular o investimento inicial de uma empresa e souber como aplicar esses recursos, poderá garantir ótimas condições para manter o negócio funcionando e fazer o pagamento quando essas aplicações renderem resultados.

Para saber mais sobre os investimentos oferecidos pela Sicredi União PR/SP, clique no banner abaixo. Você pode entrar em nossa equipe e descobrir qual das opções faz mais sentido para sua empresa!

Avaliar:

(0)