Os produtores rurais podem custear a safra usando a Cédula de Produto Rural (CPR), uma modalidade de crédito disponível pela Sicredi União PR/SP, que traz agilidade e economia. A facilidade está disponível para a contratação do pré-custeio da safra de soja verão 2021-2022. Assim, os produtores têm a possibilidade de levantar recursos para comprar insumos à vista, o que garante desconto junto ao fornecedor, e pagarão o título somente em maio de 2022.

Outra vantagem desse título é que há isenção de IOF, além da rapidez no processo. A CPR tem sido bem-aceita pelos produtores, tanto que a carteira da cooperativa ultrapassa R$ 100 milhões.

Aliás, a Sicredi União PR/SP foi a pioneira do sistema a adotar a CPR, em agosto de 2020, antecipando uma tendência e servindo de modelo para outras instituições. Trata-se de uma alternativa de crédito moderna e simplificada, que traz economia. “Como nosso objetivo é gerar uma boa experiência para os associados, buscamos as melhores soluções financeiras, proporcionando melhora na qualidade de vida das comunidades. Quando falamos em crédito rural, principalmente recursos controlados, há regras do Manual de Crédito Rural (MCR) que precisam ser seguidas, e a CPR veio simplificar esse processo. Na prática o título dá agilidade ao crédito e melhora o índice de satisfação dos associados. A CPR é uma excelente alternativa para o custeio e será o futuro do agronegócio”, explica o gerente de desenvolvimento agro, Vitor Pasquini.

Associado da cooperativa há mais de 20 anos, o produtor Josias Lopes ficou sabendo da CPR pela equipe da agência de Floresta, e gostou da novidade. Ele emitiu as primeiras cédulas em março para comprar os insumos da soja verão. “A CPR é prática e de uso fácil”, conta o produtor de soja e milho em Ivatuba. Satisfeito, ele pretende continuar emitindo as cédulas para as compras de adubo, sementes e defensivos.

Para ter acesso a CPR, os associados devem procurar uma das agências da Sicredi União PR/SP e falar com um especialista agro.

Avaliar:

(0)